Ordenação bubble sort

August 24, 2017

Algoritmo de ordenação: bubble sort1

Os dados de um programa podem ser armazenados na memória, porém para que passem a ser considerados informação e ter sentido, muitas vezes é necessário ordená-los. Existem várias formas de ordenar os dados, algumas são mais eficientes do que outras, porém as mais eficientes também podem ser as mais complexas de implementar.

Neste artigo vamos aprender um dos mecanismos de ordenação mais simples para quem está estudando estruturas de dados. O bubble sort é um dos algoritmos menos eficientes, contudo mais fáceis de implementar. O termo bubble advém da forma como o vetor é ordenado, como bolhas2 que vão buscando seu lugar emergindo na ordenação desejada do vetor.

Demonstração

Considere um algoritmo de vetor em c++ com “n” elementos:

#include <iostream>

using namespace std;

int main() {
  int vet[]={3,0,1,8,7,2,5,4,6,9};
  int len = sizeof(vet)/sizeof(*vet);

  // O número de unidades do vetor foi obtido pela fórmula:
  // 4 bytes para cada elemento inteiro no array = 40 bytes / 4 bytes
  // ref. ao tamanho do dereferenciamento do endereço do vetor = 10 unidades.
  // Assim sabemos o limite "len" do vetor "vet".

  int j, i, n, aux, count1=0, count2=0;

  for(n = 0; n < len; n++)
    cout << vet[n] << " ";
  cout << "\n";

  // Do maior para o menor

  for(i = 0; i < len; i++) {
    for(j = 0; j < len-1; j++) {
      count2++;

      if(vet[j] < vet[j + 1]) {
        count1++;
        aux = vet[j];
        vet[j] = vet[j + 1];
        vet[j + 1] = aux;
      }
    }
  }

  cout << "\nQuantas vezes no \"for\": " << count2 << endl;
  cout << "Quantas vezes no \"if\": " << count1 << endl;

  for(n = 0; n < len; n++)
    cout << vet[n] << " ";

  cout << "\n";

  count1=0;
  count2=0;

  // Do menor para o maior

  for(i = 0; i < len; i++) {
    for(j = 0; j < len-1; j++) {
      count2++;

      if(vet[j + 1] < vet[j]) { // Aqui troca a avaliação lógica.
        count1++;
        aux = vet[j];
        vet[j] = vet[j + 1];
        vet[j + 1] = aux;
      }
    }
  }
  cout << "\nQuantas vezes no \"for\": " << count2 << endl;
  cout << "Quantas vezes no \"if\": " << count1 << endl;

  for(n = 0; n < len; n++)
    cout << vet[n] << " ";
  cout << "\n";

  return 0;
}

Explicando o algoritmo acima, podemos ver que o vetor vet possui 10 (dez) elementos desordenados. A função main do algoritmo bubble sort, ordenadamente varre o vetor e estabecele comparações sucessivas entre pares de elementos.

Veja que o loop for externo faz a iteração através do vetor para cada iteração do loop interno, aplicando a comparação entre o elemento inicial e seu sucessor no vetor vet. Se a condição if é atingida, isto é, o sucessor é maior que o predecessor, eles trocam de posição com a ajuda da variável aux. Dependendo do tipo de ordenação, do maior para o menor ou o inverso, podemos mudar a condição if.

Executando o algoritmo bubble sort

Ao executar, temos a seguinte saída para o vetor desordenado vet:

3 0 1 8 7 2 5 4 6 9

Quantas vezes no "for": 90
Quantas  vezes no "if": 32
9 8 7 6 5 4 3 2 1 0

Quantas vezes no "for": 90
Quantos vezes no "if": 45
0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

A complexidade é (O) = N², isto é, tivemos 10 iterações do loop externo e 9 do loop interno. Tivemos 32 trocas para ordenador do vetor desordenado para ordem decrescente, enquanto tivemos 45 trocas para ordenador do vetor desordenado para ordem crescente.

De maneira mais lúdica, a ordenação será uma dança das cadeiras entre pares de números. Veja uma demonstração neste vídeo:

Veja que os números inteiros do vetor vet correspondem aos números nos trajes dos dançarinos. ;)

Considerações finais

A ordenação de dados é uma das operações rotineiras em qualquer conjunto de dados. Dominar os algoritmos é essencial para tornar-se um programador de sucesso. Dependendo do volume de dados, há outros algoritmos de ordenação mais apropriados e è medida do crescimento do volume de dados outras formas de ordenação serão mais convenientes.

comments powered by Disqus